ANTT começa testes com identificação eletrônica de caminhões

ANTT começa testes com identificação eletrônica de caminhões

ANTT começa testes com identificação eletrônica de caminhões

Lançamento da TAG eletrônica ocorrerá nessa terça-feira (6), no Ecopátio Cubatão, em São Paulo

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) iniciará, nessa terça-feira (6), o processo de identificação eletrônica dos caminhões com o uso da TAG, o dispositivo tecnológico que deverá ser instalado nos veículos. O lançamento ocorrerá no Ecopátio Cubatão, em São Paulo. O local é um ponto estratégico para os caminhoneiros, pelo alto fluxo de veículos que diariamente se deslocam ao porto de Santos (SP).

A TAG deverá ser utilizada em todos os veículos cadastrados no RNTRC (Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas), segundo a resolução nº 4.799/2015 da ANTT. 

A Agência já divulgou a lista dos autorizados para fornecimento do dispositivo (veja a lista abaixo), que são Administradoras de Meios para Arrecadação Eletrônica de Pedágio e fornecedoras de Vale-Pedágio obrigatório que foram consideradas aptas pela Agência. Essas empresas têm até o fim de agosto para começar a realizar o serviço de fornecimento, instalação e vinculação do dispositivo de identificação eletrônica.

Como funciona a TAG

A TAG do caminhão contém uma chave eletrônica que será associada à identificação do veículo e do transportador na base de dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres. 

A ANTT também vai instalar, em pontos de registro de passagem, antenas capazes de “ler” as informações dessa chave eletrônica, através de um mecanismo de comunicação por radiofrequência. Também serão implantadas câmeras para identificação das placas dos veículos. 

Assim, quando o caminhão passar por esses locais, as informações da TAG e da placa serão identificadas, e o cruzamento das informações será comparado ao que está registrado na base de dados da agência. 

Conforme a ANTT, para o transportador, a identificação eletrônica ajudará a formalizar o mercado, dificultará a clonagem de veículos, reduzirá o tempo de pedágio e otimizará o fluxo e a espera nos portos. 

Já a agência poderá obter informações reais sobre a movimentação de cargas nas rodovias brasileiras, conhecer origem e destino das viagens realizadas e os fretes praticados. Os dados, segundo a ANTT, são essenciais para fomento e planejamento de políticas públicas no setor.

Fornecedores autorizados da TAG

- CGMP-Centro de Gestão de Meios de Pagamentos S.A. CNPJ: 04.088.208/0001-65

- Conectcar Soluções de Mobilidade Eletrônica S.A. CNPJ: 16.577.631/0001-08

- DBTRANS Administração de Meios de Pagamentos Ltda. CNPJ: 04.467.870/0001-26

- Move Mais Meios de Pagamento Ltda. CNPJ: 15.266.912/0001-87

- Repom S.A. CNPJ: 65.697.260/0001-03

- Roadcard Soluções Integradas em Meios de Pagamentos S.A. CNPJ: 12.815.827/0001-32

Fonte: CNT com informações da ANTT



Outras News

DNIT ouve motoristas sobre condição das estradas

04/07/2017

DNIT ouve motoristas sobre condição das estradas Levantamento realizado pelo DNIT em parceria com o Exército vai ajudar a definir prioridades na gestão do setor Em apenas dois dias, a Pesquisa de [...]

CNT cria Fórum de Inovação do Transporte

27/06/2017

CNT cria Fórum de Inovação do Transporte Primeiro projeto será um workshop em parceria com a Universidade de Stanford, realizado pelo SEST SENAT em Brasília Para pensar o presente e o futuro [...]

DNIT divulga boletim diário sobre condições de rodovias atingidas pelas chuvas

08/06/2017

DNIT divulga boletim diário sobre condições de rodovias atingidas pelas chuvas Para segurança dos usuários e desobstrução de passagens, equipes realizam serviços emergenciais como desvios, sinalização e remoção de barreiras Após as [...]